Albufeira - um concelho com muitos problemas no eBird

Ir em baixo

Albufeira - um concelho com muitos problemas no eBird

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 18, 2015 9:45 am

O concelho de Albufeira é, provavelmente, aquele que tem mais problemas no que diz respeito ao eBird.

O total deste concelho situa-se actualmente nas 182 espécies – um valor respeitável num contexto nacional e aparentemente normal quando comparado com outros concelhos do litoral algarvio. Ênfase em “aparentemente”. E porquê? Porque este concelho apresenta três características que me levam a encarar com bastantes reservas o total de espécies referido, nomeadamente:

1. É pequeno (tem apenas 141 km2)
2. Tem uma densidade populacional muito elevada (290,26 hab./km2), o que geralmente é sinónimo de muita construção, muita área urbana e poucos habitats rurais ou florestais
3. Não tem zonas aquáticas de relevo – confina a oeste com a lagoa dos Salgados, a qual está, contudo, fora do concelho, e a leste com a ribeira de Quarteira. Dentro do concelho há apenas umas linhas de água pouco importantes e nada mais.

Trata-se de um concelho que conheço relativamente mal em termos de birdwatching (até ontem a minha lista do concelho tinha apenas 8 espécies), por isso decidi investir uma manhã a explorá-lo melhor, a fim de tentar perceber o que é que lá há e, acima de tudo, se tem realmente potencial para tantas espécies como as que constam da lista eBird.

Na manhã de hoje visitei três áreas diferentes:
- a zona de Paderne, situada na metade norte; trata-se da zona com menor densidade populacional do concelho, tem bastantes habitats agrícolas e algum arvoredo, principalmente oliveiras e alfarrobeiras; as duas ribeiras que passam pela zona (a de Alte e a do Algibre) encontram-se secas. A zona parece-me razoavelmente interessante para aves terrestres, especialmente passeriformes, embora não existam manchas florestais com árvores de grande porte, o que de certa forma limita o elenco de espécies potenciais.
- a Várzea de Quarteira, que se situa no extremo oriental do concelho, quase em frente a Vilamoura. Trata-se de uma zona com algum pinhal e terreno lavrado. Não tem habitats aquáticos, a não ser a própria ribeira de Quarteira, que apenas tinha corvos-marinhos, garças-reais e guarda-rios. O habitat não dá para muito mais.
- o campo de golfe dos Salgados (Salgados golf), que fica no extremo ocidental do concelho, imediatamente a leste da lagoa com o mesmo nome. No campo de golfe existem algums charcas com tabua, que tinham bastantes galeirões, galinhas-d’água, algumas gaivotas e três espécies de patos. Não vai muito para além disso, porque as charcas são pequenas e além disso há muita perturbação (golfistas para trás e para diante).

No total dos três locais vi 55 espécies. Não foi mau. Se ficasse o dia todo provavelmente teria visto mais algumas. Não muito mais, porque a escassez de habitats aquáticos limita seriamente o potencial de espécies. E a parte central em torno da sede de concelho está tão fortemente urbanizada que o número de espécies aí deverá ser muito reduzido.

O mapa do concelho aqui:


Feita esta introdução passo agora ao ponto que interessa: a lista de espécies do concelho. Esta lista, como referi, conta com 182 espécies. Entre as quais estão 11 espécies de patos e 25 espécies de limícolas – incluindo coisas como 3 Numenius arquata, 55 Calidris alpina e 1 Calidris subruficollis. Aparecem passeriformes estranhos (já mencionados noutro tópico), como Cercotrichas galactotes, Sylvia conspicillata, Calandrella rufescens e Pyrrhocorax pyrrhocorax. Estranhos porque não tem habitat. Aparecem gaivinas, airos, íbis-pretas, flamingos, mergulhões-de-pescoço-preto, milhafre-real, corvo-marinho-de-crista. É o que se queira.

Digo e mantenho que o concelho não tem habitat para estas espécies. É certo que “birds move” e que qualquer espécie pode, no limite, aparecer em qualquer lado.

Mas este concelho tem um número demasiado elevado de registos invulgares para o número relativamente pequeno de visitas (listas) que tem. E mais: quase todos estes registos estranhos não foram feitos por ‘habitués’ do eBird mas sim por utilizadores que normalmente não estão cá em Portugal.

Em minha opinião poderá haver dois factores a concorrer para esta acumulação de registos estranhos:
- identificações incorrectas (Calandrella rufescens? Outras?)
- listas mal referenciadas (possivelmente por parte de pessoas que ficaram alojadas em Albufeira e meteram aí todas as suas observações). Há inclusivamente várias listas que referem “Salgados-albufeira”. A lagoa dos Salgados fica em Silves. A margem leste toca no concelho de Albufeira mas esta margem não está acessível aos observadores e nem sequer tem grande habitat para a maioria das aves. Há listas com registos que no descritivo dizem "Parque Ambiental de Vilamoura", que fica em Loulé. Este local está do lado de lá da ribeira de Quarteira. É fisicamente separado.

Seja qual for o motivo, creio que isto não faz muito sentido. Em minha opinião deveria ser feita uma limpeza à informação deste concelho, de modo a que os registos apresentados reflictam de forma mais rigorosa aquilo que existe ou que foi visto no concelho.

E como?
Em primeiro lugar, promovendo a transferência para Silves de tudo o que tenha no descritivo “Lagoa dos Salgados” e para Loulé o que tenha a ver com Vilamoura.
Em segundo lugar, tentando esclarecer com os observadores das listas mais estranhas onde é que realmente foram feitas as observações.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20628
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Albufeira - um concelho com muitos problemas no eBird

Mensagem por PNicolau em Sex Dez 18, 2015 12:17 pm

Para começar todas as rufescens fora de Castro Marim deviam ser logo invalidadas no caso de não haver evidência convincente.

O problema, para esse concelho e não só, é que muitos observadores vêm com o desejo de ver certas espécies que se vêem em PT, e acabam mesmo por as ver... Ou assumir que as vêem.
E isso contamina em muito os dados, infelizmente.
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 5793
Idade : 24
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Albufeira - um concelho com muitos problemas no eBird

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 18, 2015 12:44 pm

PNicolau escreveu:Para começar todas as rufescens fora de Castro Marim deviam ser logo invalidadas no caso de não haver evidência convincente.

De acordo, mas neste contexto as rufescens são apenas uma parte do problema

PNicolau escreveu:O problema, para esse concelho e não só, é que muitos observadores vêm com o desejo de ver certas espécies que se vêem em PT, e acabam mesmo por as ver... Ou assumir que as vêem.
E isso contamina em muito os dados, infelizmente.

É possível que isso aconteça, sim, mas no caso da maioria das aquáticas creio que é mesmo um problema de má referenciação.

Acresce que nalguns casos (nomeadamente os mais antigos) os observadores se calhar nem se lembram onde é que fizeram as observações e assim usam Albufeira como uma espécie de "Algarve--área geral" Laughing
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20628
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Albufeira - um concelho com muitos problemas no eBird

Mensagem por pedro121 em Sex Dez 18, 2015 12:55 pm

Gonçalo Elias escreveu:
É possível que isso aconteça, sim, mas no caso da maioria das aquáticas creio que é mesmo um problema de má referenciação.

Se o campo de golfe dos salgados fica em Albufeira, suponho que o hotel e a urbanização também fiquem, certo?

Sendo assim, é perfeitamente possível fazer a lagoa dos salgados a partir de albufeira, basta deixar o carro aqui: 37°05'24.1"N 8°19'40.9"W que suponho ficar em albufeira? e depois colocar a lista do percurso noutro ponto que não o da lagoa dos salgados.

avatar
pedro121

Número de Mensagens : 12067
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Albufeira - um concelho com muitos problemas no eBird

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 18, 2015 1:01 pm

pedro121 escreveu:
Se o campo de golfe dos salgados fica em Albufeira, suponho que o hotel e a urbanização também fiquem, certo?

Certo.

pedro121 escreveu:Sendo assim, é perfeitamente possível fazer a lagoa dos salgados a partir de albufeira, basta deixar o carro aqui: 37°05'24.1"N 8°19'40.9"W que suponho ficar em albufeira? e depois colocar a lista do percurso noutro ponto que não o da lagoa dos salgados.

O parque de estacionamento fica em Albufeira, mas a partir do momento em que passas a ponte pedonal estás em Silves. E é aí que estão todas as aves (com a notável excepção daqueles galeirões que andam sempre ao pão junto à ponte pedonal).

Claro que se poderá argumentar que o percurso se iniciou em Albufeira e portanto "é isso que conta", de certa maneira isso seria como começares o teu percurso no posto fronteiriço de São Leonardo (Mourão), colocares aí o hotspot, fazeres o percurso em Espanha e meteres as observações todas em Portugal. É a mesma coisa, dois níveis acima.

Seja como for, nem foi isso que aconteceu, uma das listas que mais patos e limícolas tem diz "Salgados-Albufeira" mas está colocada aqui Shocked
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20628
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Albufeira - um concelho com muitos problemas no eBird

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum