Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Out 27, 2017 4:40 pm

João Tomás escreveu:E como se podem actualizar estatutos se não há informação actualizada?

Lembras-te daquela técnica sofisticada que te referi no outro dia? Smile
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20605
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por João Tomás em Sex Out 27, 2017 4:43 pm

Gonçalo Elias escreveu:Lembras-te daquela técnica sofisticada que te referi no outro dia? 

Lembro, parece a minha táctica de encestar a bola no cesto de basquetebol: técnica de padeiro!
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3610
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Tissot em Sex Out 27, 2017 4:44 pm

Paulo Lemos escreveu:Não estou a gostar do desenvolvimento desta conversa (de "surdos", como sempre). Será do titulo em tópico?

Quem diz é quem é!!!! geek geek geek
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 1180
Idade : 45
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Out 27, 2017 6:03 pm

Já vi que não passa disto  Rolling Eyes .

Aparentemente, e percebendo as vossas palavras, não têm nada para fazer sobre estas temáticas além de conjecturas? Certo?
Pois eu tenho, e o problema é que nem sei por onde começar (é demasiado para 1 só, e pelos vistos não há mais ninguém).
Ficou também implícito, em parte do que eu disse antes, que estou com pouco vagar para argumentos, lembram-se?
Hasta.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por João Tomás em Sex Out 27, 2017 6:09 pm

Paulo Lemos escreveu:Pois eu tenho, e o problema é que nem sei por onde começar (é demasiado para 1 só, e pelos vistos não há mais ninguém).

Pelo início. Já há muito tempo que esperamos por dados... até agora é só blá blá blá!

Paulo Lemos escreveu:Ficou também implícito, em parte do que eu disse antes, que estou com pouco vagar para argumentos, lembram-se?

Não queremos argumentos mas sim dados.
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3610
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Out 27, 2017 6:14 pm

Meus? Mas é esse o cerne desta discussão? Não esperam mais nada? Não há mais nada? Não podem estar assim tão pobres de ideias...

Dados...
Olha, começa pelo tópico das vendas no OLX. Haverá lá gente que os tem. Desconfio que só é preciso alguém que os passe para o papel Laughing .
Agora fui mesmo.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por João Tomás em Sex Out 27, 2017 6:20 pm

Paulo Lemos escreveu:Meus? Mas é esse o cerne desta discussão? Não esperam mais nada? Não há mais nada? Não podem estar assim tão pobres de ideias...

Dados...
Olha, começa pelo tópico das vendas no OLX. Haverá lá gente que os tem. Desconfio que só é preciso alguém que os passe para o papel  .
Agora fui mesmo.

Bem não vale mesmo a pena, pois continua tudo na mesma base. Blá blá blá!
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3610
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Gonçalo Elias em Sab Out 28, 2017 1:07 am

Paulo Lemos escreveu:Meus?

Sim!

Tu é que tens passado o tempo a dizer que há dados, e eu tenho-te perguntado onde estão eles. Se os tens, partilha, sff.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20605
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Out 29, 2017 11:02 am

Bem enquanto o Paulo não partilha os dados, eu partilho aqui algo que tem mais a ver com o tema do tópico.

Efectivamente isto este ano está mesmo a bombar Pyrrhulas.

avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20605
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por pedro121 em Dom Out 29, 2017 12:43 pm

por aqui nem sinal deles, se bem que andei a procurar bicos-grossudos, e o habitat é diferente, mas nem uns nem outros.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 12048
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Paulo Lemos em Dom Out 29, 2017 4:12 pm

Gonçalo Elias escreveu:Bem enquanto o Paulo não partilha os dados

Bem... não sou "um robot colector de dados", sou "observador da natureza" (ou lá o que queiram chamar). E é sabido (julgo eu) que nem ao Papa dou dados importantes, sem garantia de que sejam devidamente contextualizados na restante informação a eles associada.
Blá, blá, blá 1: Tem tudo evoluído muito rápido (impacto nos ecossistemas, sociedade, relações com a natureza), e parece acelerar e piorar ainda mais. E parece-me que os equívocos, o "salve-se quem puder", nesta temáticas tenderão a piorar (e são muitos, demais e graves), de forma a que boas decisões relativas a conservação, investigação, corram risco de não serem as melhores, independentemente dos "dados". Pelo meio, faz sentido salvaguardar certa informação do publico... sublinho mais uma vez. E há já boas provas, com crescente testemunhos, dessa necessidade. Pelo menos eu faço questão: uma das ultimas vezes (publicação) meti como condição que as localizações tivessem margem de 1Km pelo menos. Em suma: dados meus, só discutidos à mesa (de trabalho concreto e de "acordo").

Blá, blá, blá 2: os meus dados são uma pequena fracção do "trabalho que devia estar a ser feito", depois dos incêndios, visando a conservação da biodiversidade e habitats (e micro habitats). Haverá muuuitos mais dados certamente, ainda que não caiam do céu. Sempre ouvi falar, ou vi por aqui ou nas redes sociais, observadores de aves ou da natureza "dispersos", em alguns casos moradores locais, de tantas zonas ardidas este ano. No pinhal de Leiria não faltam observadores, parece-me. Sejam eles de rapinas ou de plantas, certamente viram muitas outras espécies e têm muito para contar. Onde está essa gente?
Mesmo não havendo dados "recolhidos sistematicamente", muitas das observações regulares dariam certamente um resultado equivalente, se não ainda mais fidedigno.

Ok... compreende-se que não há ninguém (bem) pago para reunir esses "dados" dispersos, de testemunhos de observadores que não se voluntariam.
Mas eu também eu tenho um belo "bico de obra" de trabalhos, "dispendiosos", sem tempo para mais nada (por exemplo impossível acabar e submeter um artigo nesta fase), depois dos incêndios que justificam passar todo o tempo disponível a recolher dados (mais do que nunca, em vários contextos, espécies e locais).


Blá, blá, blá 3: Dica para já: tente-se identificar juvenis. Ainda se viam alguns com essa plumagem, em fins de Setembro. Duvido que sejam "migradores"/dispersores com essa plumagem, mesmo em fins de Outubro, se a tiverem ainda (i.e. ninhadas tardias).
Quase toda a mais importante área de nidificação do centro, que conheço desta espécie em tópico, foi afectada pelos incêndios. Ainda que possam recuperar parcialmente em 2-3 anos (se não cortarem árvores supostamente queimadas), elas não oferecem recursos. Na zona de Oliveira do Hospital (40-50 Km em redor, mais para Norte e sobretudo em relevos + - 500m) na verdade nem eu consigo "conjecturar" o tamanho da população, pois apenas no ano passado tentei revisiar locais a sério (mas com falta de tempo). Havia habitat excelente por boa parte dessa região, os carvalhos especialmente verdes, e mesmo entre pinhais (com bom aspecto, nada como os da serra do Açor) e a vegetação arbustiva especialmente luxuriante. Essa espécie criou na própria vila (hoje cidade) nos 70s-80s, num pequeno parque hoje alterado e isolado por betão e asfaltos.

Na minha opinião, a "população nidificante do centro", não é abundante para aumentar "assim" o numero de observações após os grandes incêndios recentes. Mas isto é só especulação, pois a Norte da Serra da Estrela ardeu bastante habitat, que pouco frequento (ainda que tenha dados antigos). É mais possível que população as migradoras de norte(?), se tornem agora mais visível por evitar imenso território inóspito.
Conjecturas Very Happy.


avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Out 29, 2017 4:28 pm

Paulo Lemos escreveu:Pelo meio, faz sentido salvaguardar certa informação do publico... sublinho mais uma vez. E há já boas provas, com crescente testemunhos, dessa necessidade. Pelo menos eu faço questão: uma das ultimas vezes (publicação) meti como condição que as localizações tivessem margem de 1Km pelo menos. Em suma: dados meus, só discutidos à mesa (de trabalho concreto e de "acordo").

Paulo Lemos escreveu:No pinhal de Leiria não faltam observadores, parece-me. Sejam eles de rapinas ou de plantas, certamente viram muitas outras espécies e têm muito para contar. Onde está essa gente?

Se forem todos como tu, não contam nada a ninguém.Very Happy
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20605
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por João Tomás em Dom Out 29, 2017 6:24 pm

Paulo Lemos escreveu:Bem... não sou "um robot colector de dados", sou "observador da natureza" (ou lá o que queiram chamar). E é sabido (julgo eu) que nem ao Papa dou dados importantes, sem garantia de que sejam devidamente contextualizados na restante informação a eles associada.
Blá, blá, blá 1: Tem tudo evoluído muito rápido (impacto nos ecossistemas, sociedade, relações com a natureza), e parece acelerar e piorar ainda mais. E parece-me que os equívocos, o "salve-se quem puder", nesta temáticas tenderão a piorar (e são muitos, demais e graves), de forma a que boas decisões relativas a conservação, investigação, corram risco de não serem as melhores, independentemente dos "dados". Pelo meio, faz sentido salvaguardar certa informação do publico... sublinho mais uma vez. E há já boas provas, com crescente testemunhos, dessa necessidade. Pelo menos eu faço questão: uma das ultimas vezes (publicação) meti como condição que as localizações tivessem margem de 1Km pelo menos. Em suma: dados meus, só discutidos à mesa (de trabalho concreto e de "acordo").

Blá, blá, blá 2: os meus dados são uma pequena fracção do "trabalho que devia estar a ser feito", depois dos incêndios, visando a conservação da biodiversidade e habitats (e micro habitats). Haverá muuuitos mais dados certamente, ainda que não caiam do céu. Sempre ouvi falar, ou vi por aqui ou nas redes sociais, observadores de aves ou da natureza "dispersos", em alguns casos moradores locais, de tantas zonas ardidas este ano. No pinhal de Leiria não faltam observadores, parece-me. Sejam eles de rapinas ou de plantas, certamente viram muitas outras espécies e têm muito para contar. Onde está essa gente?
Mesmo não havendo dados "recolhidos sistematicamente", muitas das observações regulares dariam certamente um resultado equivalente, se não ainda mais fidedigno.

Ok... compreende-se que não há ninguém (bem) pago para reunir esses "dados" dispersos, de testemunhos de observadores que não se voluntariam.
Mas eu também eu tenho um belo "bico de obra" de trabalhos, "dispendiosos", sem tempo para mais nada (por exemplo impossível acabar e submeter um artigo nesta fase), depois dos incêndios que justificam passar todo o tempo disponível a recolher dados (mais do que nunca, em vários contextos, espécies e locais).


Blá, blá, blá 3: Dica para já: tente-se identificar juvenis. Ainda se viam alguns com essa plumagem, em fins de Setembro. Duvido que sejam "migradores"/dispersores com essa plumagem, mesmo em fins de Outubro, se a tiverem ainda (i.e. ninhadas tardias).
Quase toda a mais importante área de nidificação do centro, que conheço desta espécie em tópico, foi afectada pelos incêndios. Ainda que possam recuperar parcialmente em 2-3 anos (se não cortarem árvores supostamente queimadas), elas não oferecem recursos. Na zona de Oliveira do Hospital (40-50 Km em redor, mais para Norte e sobretudo em relevos + - 500m) na verdade nem eu consigo "conjecturar" o tamanho da população, pois apenas no ano passado tentei revisiar locais a sério (mas com falta de tempo). Havia habitat excelente por boa parte dessa região, os carvalhos especialmente verdes, e mesmo entre pinhais (com bom aspecto, nada como os da serra do Açor) e a vegetação arbustiva especialmente luxuriante. Essa espécie criou na própria vila (hoje cidade) nos 70s-80s, num pequeno parque hoje alterado e isolado por betão e asfaltos.

Na minha opinião, a "população nidificante do centro", não é abundante para aumentar "assim" o numero de observações após os grandes incêndios recentes. Mas isto é só especulação, pois a Norte da Serra da Estrela ardeu bastante habitat, que pouco frequento (ainda que tenha dados antigos). É mais possível que população as migradoras de norte(?), se tornem agora mais visível por evitar imenso território inóspito.
Conjecturas .

 Sleep
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3610
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Paulo Lemos em Dom Out 29, 2017 10:34 pm

João Tomás escreveu:

 Sleep

cheers Desculpa lá, mas é isso mesmo que parece Very Happy.


Já agora uma pergunta, pois há algo que me intriga. Respondam se quiserem, obviamente.

A pergunta é a seguinte: não há/têm observações desta espécie no Centro/Sul de Portugal, entre Abril/Maio e Agosto/Setembro? Contando com observação de casal(is), bandos ou pelo menos exemplares teimosa ou anualmente "fixos" num local durante esse período? Pareceu-me entender que não, e acho muito estranho.

Se não for abusar: quando dizem não haver dados de "regiões recentemente ardidas", querem dizer que muitas das zonas florestais/matagais (especialmente em baixo/médio relevo) do interior centro e Norte estão completamente sem prospecção, que permitisse detectar esta espécie no Verão? Ninguém procurou nem esteve atento, desde 2015 pelo menos?

scratch


Já agora: se não partilhei "dados", terá faltado somente a localização. Ou mais umas fotos e vídeos que o relacionassem, já que vigarice com fotos é sempre possível (nem sei porque há registos de espécies que exigem foto, se as espécies podem ser fotografadas em qq local "naturalmente" sem referências...).
De resto, dei mais do que uma achega sobre a nidificação "mais sulista" desta ave, segundo me lembro até mais informação e indicações ao coordenador regional do Atlas. Até porque nem seria eu a pessoa mais disponível, como observador de aves pelo menos, para averiguar outras zonas da região de Coimbra depois do meu "alerta". E de facto nunca vocacionei saídas para aves, senão na Serra da Estrela há meses, pois as minhas visitas a norte são centradas noutros grupos taxo mais ameaçados e importantes para o meu critério. O resto tem sido só de passagem, suficiente para pelo menos confirmação de presença estival em mais uns pontos.
E nem uma MP recebi a questionar-me sobre este assunto, por quem aqui o "rebate".
Há por aqui "amigos nossos" que até viram os bichos, até mais do que eu nesses dias de encontro. Pedi entretanto segredo, por razões que irão perceber mais daqui a um tempo (já expliquei noutro tópico e fazem absolutamente sentido, como se provou mais tarde noutro local: os proprietários não gostam de visitas, nem de natureza, e parte da população idem.... será necessário umas salvaguardas antes). E calmex, porque não há só aves no mundo.

Parece impossível que alguém "duvide" que esta ave crie mais a Sul... eu não me poupo de sublinhar sempre essa situação, claro. Mas mesmo que nem fale do assunto, surgem sempre uns "zumbidos" mal eu toque no teclado Very Happy.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por pedro121 em Seg Out 30, 2017 3:17 am

Paulo Lemos escreveu:
João Tomás escreveu:

 Sleep

cheers Desculpa lá, mas é isso mesmo que parece Very Happy.


Já agora uma pergunta, pois há algo que me intriga. Respondam se quiserem, obviamente.

A pergunta é a seguinte: não há/têm observações desta espécie no Centro/Sul de Portugal, entre Abril/Maio e Agosto/Setembro? Contando com observação de casal(is), bandos ou pelo menos exemplares teimosa ou anualmente "fixos" num local durante esse período? Pareceu-me entender que não, e acho muito estranho.

Se não for abusar: quando dizem não haver dados de "regiões recentemente ardidas", querem dizer que muitas das zonas florestais/matagais (especialmente em baixo/médio relevo) do interior centro e Norte estão completamente sem prospecção, que permitisse detectar esta espécie no Verão? Ninguém procurou nem esteve atento, desde 2015 pelo menos?

scratch


Já agora: se não partilhei "dados", terá faltado somente a localização. Ou mais umas fotos e vídeos que o relacionassem, já que vigarice com fotos é sempre possível (nem sei porque há registos de espécies que exigem foto, se as espécies podem ser fotografadas em qq local "naturalmente" sem referências...).
De resto, dei mais do que uma achega sobre a nidificação "mais sulista" desta ave, segundo me lembro até mais informação e indicações ao coordenador regional do Atlas. Até porque nem seria eu a pessoa mais disponível, como observador de aves pelo menos, para averiguar outras zonas da região de Coimbra depois do meu "alerta". E de facto nunca vocacionei saídas para aves, senão na Serra da Estrela há meses, pois as minhas visitas a norte são centradas noutros grupos taxo mais ameaçados e importantes para o meu critério. O resto tem sido só de passagem, suficiente para pelo menos confirmação de presença estival em mais uns pontos.
E nem uma MP recebi a questionar-me sobre este assunto, por quem aqui o "rebate".
Há por aqui "amigos nossos" que até viram os bichos, até mais do que eu nesses dias de encontro. Pedi entretanto segredo, por razões que irão perceber mais daqui a um tempo (já expliquei noutro tópico e fazem absolutamente sentido, como se provou mais tarde noutro local: os proprietários não gostam de visitas, nem de natureza, e parte da população idem.... será necessário umas salvaguardas antes). E calmex, porque não há só aves no mundo.

Parece impossível que alguém "duvide" que esta ave crie mais a Sul... eu não me poupo de sublinhar sempre essa situação, claro. Mas mesmo que nem fale do assunto, surgem sempre uns "zumbidos" mal eu toque no teclado Very Happy.

Perdi-me, estamos mesmo a falar de que espécie???
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 12048
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por João Tomás em Seg Out 30, 2017 5:33 am

pedro121 escreveu:Perdi-me, estamos mesmo a falar de que espécie???

Pois eu também me perdi. Eu acho que estávamos a falar de forma geral e pelo que percebi (pelo título do tópico) será do dom-fafe.
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3610
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por pedro121 em Seg Out 30, 2017 5:52 am

Ahh, ok, em relação ao Dom-fafe há actualmente observações documentadas em Miranda do Corvo portanto será ai a zona mais a sul em que poderá haver reprodução.

No entanto houve este ano uma observação muito curiosa em São Pedro Moel de uma ave com pelada de incubação em Junho, antes dos fogos, portanto poderá estender-se mais para sul do que se suspeitava.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 12048
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por thysvalkenburg em Seg Out 30, 2017 6:35 am

Ontem de manhã o meu primeiro registo de Dom-fafe na Quinta de Marim - Olhão Smile. Também vi um Fri mon.
avatar
thysvalkenburg

Número de Mensagens : 583
Idade : 31
Local : Fuseta (PT)
Data de inscrição : 22/06/2007

http://www.flickr.com/photos/thys_valkenburg/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Paulo Lemos em Seg Out 30, 2017 10:31 am

João Tomás escreveu:
pedro121 escreveu:Perdi-me, estamos mesmo a falar de que espécie???

Pois eu também me perdi. Eu acho que estávamos a falar de forma geral e pelo que percebi (pelo título do tópico) será do dom-fafe.

Sim, eu estava a falar de forma geral, mas nitidamente espécie em titulo começou a incitar bocas e levou a isto, não? Ou só parece?


pedro121 escreveu:Ahh, ok, em relação ao Dom-fafe há actualmente observações documentadas em Miranda do Corvo portanto será ai a zona mais a sul em que poderá haver reprodução.

No entanto houve este ano uma observação muito curiosa em São Pedro Moel de uma ave com pelada de incubação em Junho, antes dos fogos, portanto poderá estender-se mais para sul do que se suspeitava.

O que é uma observação documentada, e de quê? "Poderá haver reprodução?" Se suspeitava?

Mas é porreiro, seja que documentação for. Então a minha, de nidificação desta espécie (presente neste fórum) nesse distrito, tem nova localização bem mais para Oeste.

Quanto à reprodução "mais a Sul", suspeitei que baixasse de Tomar, no interior, portanto essa femea no litoral é ainda mais interessante, e a altitude(?). Não sei se a data é a dos últimos incêndios e desconheço o estado da pelada (não esquecer que o outono tem sido quente e brilhante e desconheço a detalhe a biologia da espécie).
Ainda relativamente a esta espécie, não imagino sequer sua abundância como nidificante (apenas suspeitava ser ainda dispersa como parecia antigamente, no interior, até à Lousã/Trevim onde tenho uma observação tarde na primavera de 2000). Mas sei que é bem mais rara do que nos 70s e 80s, nos locais revisitados. Também não sei se reprodução pode ocorrer "nómada" e variável, por locais favoráveis como os fazem os Loxia por ex., ou se, em vez disso, fiel aos seus territórios de cria. O 1ª casal que documentei recentemente, terá desaparecido do local exacto depois do ano seguinte, se bem que não confirmei bem nas imediações.

Não está fora de hipótese haver movimentos anormais desta espécie agora, que incluiria aves de diversas origens. Ou seja, discordo com o Gonçalo quanto ao fraco contributo das área ardidas para tal. Para esta e noutras espécies.
Portugal é pequeno, mas garantidamente não faltaria habitat no centro para nidificação, em pequenos redutos florestais (podem ser mesmo pequenos). A nidificação poderá também ter sido afectada doravante, sobretudo se as populações são fieis aos territórios.

Para alguns outros grupos taxonómicos, tenho uma opinião bem mais sólida e desanimadora...
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Paulo Lemos em Seg Out 30, 2017 10:49 am

Paulo Lemos escreveu:

Para alguns outros grupos taxonómicos, tenho uma opinião bem mais sólida e desanimadora...

A curto prazo, já bem observável nos movimentos de algumas espécies voadoras.
É impressionante a quantidade de lepidopteros nocturnos que se concentra nos raros focos não ardidos, e nos limites de incêndios, após sobrevivência e emergência das pupas de solos mais poupados a elevadas temperaturas (dependendo da profundidade, habitat e substrato onde cada espécie pupa). Sob carvalho(s), os solos são sempre mais poupados: a Dichonia aprilina por exemplo.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por PNicolau em Seg Out 30, 2017 12:59 pm

Aqui por Sagres é Pyrrhulas todos os dias. Hoje tive um mínimo de 12 a passar-me por cima.

Os mesmo com Lugres (hoje 40+) e Coccothraustes.
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 5789
Idade : 24
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Gonçalo Elias em Seg Out 30, 2017 1:38 pm

Uma coisa Pedro, a passagem dessas aves que mencionas é só de manhã ou o dia todo?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20605
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por João Tomás em Seg Out 30, 2017 3:31 pm

Gonçalo Elias escreveu:Uma coisa Pedro, a passagem dessas aves que mencionas é só de manhã ou o dia todo?

Falando por mim e da experiência de Sagres, os movimentos são maioritariamente de manhã.
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3610
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por PNicolau em Seg Out 30, 2017 3:36 pm

Gonçalo Elias escreveu:Uma coisa Pedro, a passagem dessas aves que mencionas é só de manhã ou o dia todo?
Foi entre as 10-13h
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 5789
Idade : 24
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Pedro Fernandes em Qua Nov 01, 2017 3:55 am

Olá, aqui em Marrocos a espécie é raridade (apenas 7 registos homologados até à data), mas possivelmente devido a um maior fluxo de aves este ano, dei com duas dia 27 de Outubro na zona do Rif, na floresta de Bouhachem. Dois dias, numa pausa 'para esticar as pernas' algures entre Ouezzane e Chaouen, vi uma 'entrada' forte de Tentilhões-europeus (coelebs), com cerca de 40 aves em 15 minutos.

Boas observações,
Pedro
avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 697
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Movimentos anormais de Pyrrhulas?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum