ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Ir em baixo

ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Miguel Berkemeier em Seg Abr 23, 2018 12:44 pm

Gostava de partilhar este registo que fiz hoje de 235 indivíduos desta espécie em clara migração na Cova do Vapor (Almada). Entravam constantemente na foz do rio seguindo rio adentro vindos do mar, em vários bandos, com diversos números de exemplares. Tendo em conta o pouco tempo que estive atento ao mar é evidente que estariam/estão a passar muitos mais.
https://ebird.org/view/checklist/S44870169

Curiosamente andei a pesquisar no Ebird e o registo com maior nº de indivíduos desta espécie em Portugal que lá está registado foi exatamente num dia 23 de Abril:
https://ebird.org/view/checklist/S43421155
avatar
Miguel Berkemeier

Número de Mensagens : 1374
Local : Portugal
Data de inscrição : 21/10/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Gonçalo Elias em Seg Abr 23, 2018 1:04 pm

Sim, na migração pré-nupcial é relativamente habitual aparecerem bandos de muitas centenas, trata-se de indivíduos que invernam em África e que estão em passagem para norte.

Cito do livro "Aves de Portugal" do qual sou co-autor:

A passagem primaveril é muito notória. Inicia-se no final de Março, podendo prolongar-se até ao fim de Maio, sendo Abril (sobretudo a segunda quinzena) o mês com maior fluxo de aves. Nesta época, podem ser observados bandos de passagem (frequentemente com algumas dezenas ou mesmo centenas de aves) em qualquer ponto da faixa litoral, muitas vezes voando sobre o mar, seguindo a linha de costa. Nalgumas zonas húmidas, onde estes maçaricos são raros no Inverno, podem, então, encontrar-se centenas de indivíduos (como quando se contou um máximo de 643, em Abril de 1997, no estuário do Alvor, Portimão [Beale et al. 1998]).

Curiosamente parece-me que na migração pós-nupcial os números são muito mais baixos.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20301
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por pedro121 em Seg Abr 23, 2018 2:04 pm

Eu diria que o que acontece é que passam despercebidos, a migração deve ser em junho/julho e não devem formar bandos tão grandes, por isso passam sem darmos por eles.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Gonçalo Elias em Seg Abr 23, 2018 3:04 pm

pedro121 escreveu:Eu diria que o que acontece é que passam despercebidos, a migração deve ser em junho/julho e não devem formar bandos tão grandes, por isso passam sem darmos por eles.

Não creio que a migração seja tão cedo, esta espécie nidifica em latitudes muito elevadas, sobretudo acima do Círculo Polar Árctico, e por isso a época de nidificação tem início bastante tarde (finais de Maio ou Junho, já que antes disso está tudo gelado). Neste artigo apresentam-se algumas datas relevantes de nidificação no caso da Lapónia finlandesa. As posturas são em finais de Maio, ora considerando o período de incubação de 26-28 dias, as crias nascem em finais de Junho ou início de Julho e com o período de dependência das crias de 35-40 dias, dificilmente as aves estão despachadas antes do início de Agosto. Creio que no caso das aves da tundra, mais a norte / leste poderá haver um atraso de uma ou duas semanas relativamente a estas datas.

Mais interessante ainda é o que vem mencionado neste outro artigo, no qual se apresentam contagens semanais, feitas ao longo de vários anos, num local da Irlanda. Também verificaram que, tal como cá, os números são maiores na Primavera que no Outono. A parte mais interessante foi ter-se descoberto que, no Outono, muitas aves islandesas fazem um voo directo da Islândia para a Guiné-Bissau, presumivelmente num voo directo sem parar em costas europeias, o que ajuda a explicar a escassez de observações outonais, por comparação com a Primavera, em que fazem uma paragem de 12 dias - cito da pág. 357:

More recently,a satellite transmitter fitted to a Whimbrel in northwest England showed that this bird flew directly from its Icelandic breeding ground to Guinea-Bissau (Whimbrel info 2016). This was the first evidence of a direct, non-stop Atlantic route for a Whimbrel to its wintering grounds in West Africa, a distance of 6,000 km. Estimates of energy expenditure required for such a long distance migration were previously considered doubtful (Trolliet 2006). A more recent investigation using geolocators showed that this was not a one-off occurrence. All birds recovered in a study by Carneiro et al. (2015) (five of ten which were originally fitted with geolocators) followed the direct Atlantic route in autumn which took four or five days. The fact that all birds had undertaken the same direct route southwards is strong evidence that this is a major route for the Icelandic population and could explain the low autumn numbers recorded at North Bull Island and in Ireland in general. This study also showed that the birds fitted with geolocators undertook acompletely different route in spring, with a non-stop flight from West Africa that was mainly over sea but included a stopover of approximately twelve days in Ireland and western Britain (Carneiro et al. 2015). At least two of these birds entered into the general area of the Irish Seain April 2015 (Camilo Carneiro, personal communication) at the same time that a significant rise in numbers occurred at North Bull Island

Talvez o Camilo, que também frequenta este fórum, possa acrescentar aqui informação relevante.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20301
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por pedro121 em Ter Abr 24, 2018 2:05 am

Muito obrigado pela info Gonçalo, faz todo o sentido, mas não tinha mesmo ideia que espécies palearticas usassem essa rota, embora seja comum para as nearticas.

Vi hoje o meu primeiro bando migratorio
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Camilo Carneiro em Ter Abr 24, 2018 12:46 pm

Olá

Obrigado por partilhares as observações Miguel. Já agora, podes esclarecer o que queres dizer com "Entravam constantemente na foz do rio seguindo rio adentro"? As aves poisaram? Ou entraram e saíram em voo?


O Gonçalo já esclareceu muita coisa. De facto o pico de observações na passagem durante a primavera parece ser mais evidente que no outono porque depois da reprodução a regra parece ser uma migração directa até aos locais de invernada (no Oeste Africano, principalmente). Isto no caso dos adultos da subespécie islandicus. Não sei o que os juvenis fazem na primeira migração, nem o que se passa com a subespécie nominal.

A população que tenho acompanhado a partir da Islândia nidifica abaixo do círculo polar árctico (praticamente todo o país está abaixo, na verdade), mas ainda assim a janela temporal para a reprodução é relativamente curta e os timings são como o Gonçalo referiu.

Se estiverem interessados nos timings de migração da população islandesa podem espreitar aqui: https://www.researchgate.net/publication/323402003_Timing_the_annual_cycle_of_a_sub-arctic_migrant_phenological_flexibility_and_potential_effects_on_breeding_performance

E aqui podem ver uma animação com algumas das migrações que registamos:
https://twitter.com/Camilo_Carneiro/status/935486935296077824

avatar
Camilo Carneiro

Número de Mensagens : 115
Idade : 30
Data de inscrição : 22/09/2008

http://www.flickr.com/photos/camilocarneiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Miguel Berkemeier em Ter Abr 24, 2018 2:02 pm

Camilo Carneiro escreveu:Olá

Obrigado por partilhares as observações Miguel. Já agora, podes esclarecer o que queres dizer com "Entravam constantemente na foz do rio seguindo rio adentro"? As aves poisaram? Ou entraram e saíram em voo?

Todos os bandos/aves que observei (exceto 4 que estavam na praia) voavam de Sul até ao último pontão da Cova do Vapor e depois entravam para o rio, um bando andou às voltas pela foz do rio até que entrou mesmo rio adentro. Não as vi pousar e nem as vi sair, mas suponho que se tenham enganado no trajeto ao entrar para o rio. Não é suposto subirem o rio, tendo em conta a rota, não é?
avatar
Miguel Berkemeier

Número de Mensagens : 1374
Local : Portugal
Data de inscrição : 21/10/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Camilo Carneiro em Ter Abr 24, 2018 2:26 pm

Obrigado.
Imagino que tenham parado por aí então. Creio que não fossem seguir o rio.
avatar
Camilo Carneiro

Número de Mensagens : 115
Idade : 30
Data de inscrição : 22/09/2008

http://www.flickr.com/photos/camilocarneiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Gilberto Pinelas em Qui Abr 26, 2018 8:11 am

Olá, Miguel.

Aqueles que preferem seguir a orla costeira junto ao mar, julgo ser o caso desses que tu vês, passam pela Cova do Vapor, “fingem” subir o rio, mas depois passam para a margem Norte. Uns seguem, mas outros pousam…

Desde o dia 14 de abril que a passagem destas aves é bem evidente em toda a linha de Cascais até ao Cabo Raso…



image hosting more than 5mb





screen shot windows 7







Última edição por Gilberto Pinelas em Qua Maio 02, 2018 7:11 am, editado 1 vez(es)
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 3738
Idade : 55
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Gilberto Pinelas em Qua Maio 02, 2018 4:09 am

Puxando este tópico para cima, deixo aqui alguns registos realizados por mim no passado fim de semana alargado e que nos revelam que a migração desta espécie continua a realizar-se ao longo deste troço de costa (Algés – Cabo Raso).





pic upload











upload image












avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 3738
Idade : 55
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Gonçalo Elias em Qua Maio 02, 2018 4:23 am

bem fixe
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20301
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Marcio Cachapela em Qua Maio 02, 2018 6:32 am

Se ajudar nesta questão de se entram no rio ou não eu tenho um registo de 23 aves na foz do rio trancão a 30 de março.... deve ficar a alguns quilometros da foz do tejo.

https://ebird.org/view/checklist/S44092947

Marcio Cachapela

Número de Mensagens : 501
Data de inscrição : 30/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Gilberto Pinelas em Qua Maio 02, 2018 9:47 am

Very Happy ...
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 3738
Idade : 55
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Miguel Berkemeier em Qua Maio 02, 2018 12:06 pm

No 25 de Abril a saga continuava, dessa vez foram exatamente 300 as aves que observei passarem na Cova do Vapor https://ebird.org/view/checklist/S45014701
avatar
Miguel Berkemeier

Número de Mensagens : 1374
Local : Portugal
Data de inscrição : 21/10/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Gonçalo Elias em Qua Maio 02, 2018 1:23 pm

Até no interior alentejano!

https://ebird.org/view/checklist/S45145034
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20301
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Miguel Berkemeier em Qui Maio 10, 2018 6:57 am

Numenius num sítio sem água, algo bastante inesperado, no Jardim Urbano da Costa de Caparica
https://ebird.org/view/checklist/S44725939
avatar
Miguel Berkemeier

Número de Mensagens : 1374
Local : Portugal
Data de inscrição : 21/10/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por pedro121 em Qui Maio 10, 2018 7:15 am

Miguel Berkemeier escreveu:Numenius num sítio sem água, algo bastante inesperado, no Jardim Urbano da Costa de Caparica
https://ebird.org/view/checklist/S44725939

vento norte, eles tem parado a migração, hoje de manha tinha varios no relvado do campo de futebol de peniche
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ESPÉCIE: Maçarico-galego (Numenius phaeopus)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum