LOCAL: Distrito de Beja

Ir em baixo

LOCAL: Distrito de Beja Empty LOCAL: Distrito de Beja

Mensagem por Gonçalo Elias em Seg Dez 17, 2018 9:50 am

Este tópico destina-se essencialmente àqueles que se interessam pela observação de aves no distrito de Beja. O objectivo do tópico é partilhar informação sobre locais interessantes no distrito ou sobre sítios onde se podem encontrar mais facilmente determinadas espécies.

Este distrito interessa-me bastante por duas razões:
- é uma região onde fiz muito trabalho de campo entre 1992 e 1995, no âmbito do Atlas das Aves Invernantes do Baixo Alentejo
- está geograficamente próximo do Algarve

No passado sábado, durante uma saída a Castro Verde, vi o meu primeiro Aythya nyroca para o distrito. Sei que aparecem com alguma frequência em diversos açudes (creio que sobretudo no Inverno, e por vezes em pequenos bandos) mas até hoje nunca tinha visto nenhum por lá.

Entretanto estive a ver no ebird as espécies que nunca vi no distrito - são sobretudo estivais ou migradores de passagem, o que é compreensível dado que neste distrito tenho muito mais horas de campo durante o período de invernada.

  • Accipiter gentilis (há registos por toda a região, mas não faço ideia onde é que ocorrem mais)
  • Euplectes afer (a lagoa dos Patos parece ser o melhor local, suponho que nos arrozais? como não passo lá há muitos anos ainda não os vi)
  • Sylvia communis (frequente na passagem?)
  • Nycticorax nycticorax (nos anos 80 havia uma colónia no Guadiana, perto da Vidigueira, mas a primeira vez que lá fui, em 1992, já tinha sido abandonada - mas em anos recentes tem havido vários registos ao longo do Guadiana, nalguns casos envolvendo bandos, incluindo observações em colónias, como por exemplo esta: https://ebird.org/portugal/view/checklist/S23003444 )
  • Chlidonias hybrida (não sei se nidifica na região, há vários registos sobretudo entre Abril e Julho, em diversas barragens e açudes, mas como é normal nesta espécie, o seu aparecimento é irregular e imprevisível)
  • Cygnus olor (aparecem de vez em quando nuns açudes na zona de Mértola)
  • Anthus trivialis (frequente na passagem?)
  • Ixobrychus minutus (muito escasso na região, pelo que vejo no ebird aparece sobretudo nas zonas de Moura e Ferreira do Alentejo)
  • Acrocephalus scirpaceus (provavelmente frequente na passagem, mas são muito escassos os registos, talvez por deficiente prospecção?)
  • Neophron percnopterus (nos anos 80 havia um casal na ribeira de Terges, mas creio que há muito que a espécie deixou de nidificar na região; em anos recentes têm surgido vários registos dispersos, a maioria na zona de Castro Verde envolvendo indivíduos isolados, um pouco ao longo de todo o ano)

Quem tiver interesse em partilhar informação sobre o distrito poderá usar este tópico para o efeito.
Gonçalo Elias
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 21762
Idade : 51
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

LOCAL: Distrito de Beja Empty Re: LOCAL: Distrito de Beja

Mensagem por HL em Seg Dez 17, 2018 2:20 pm

Alguns comentários às aves da lista que elencaste:
Euplectes afer e Amandava amandava no arrozal. Tenho também um registo de Lonchura punctulata numa Tamarix na margem da lagoa, mas julgo que é foi um caso isolado.
Sylvia communis, julgo que deve ser mais comum do que parece. Tenho capturado na passagem outonal em Castro Verde.
Nycticorax nycticorax, é uma espécie que vejo raramente. Tenho ideia que é mais comum na zona de Serpa e Moura.
Chlidonias hybrida, é possível observar na passagem primaveril em vários açudes/albufeiras da ZPE de Castro Verde, mas é como dizes, é errático.
Cygnus olor, principalmente na SW do concelho de Mértola já a pegar com Almodôvar.
Anthus trivialis, acho que durante a passagem outunal devem ser mais comuns do que os dados indicam, lembro de as ouvir na vila (não está carregado no eBird). E tenho pelo menos uma gravação deste ano em Outubro (ainda não está carregada).
Ixobrychus minutus, é uma espécie que vejo raramente. Tenho ideia que é mais comum na zona de Serpa e Moura.
Acrocephalus scirpaceus, tenho registos em Castro Verde, tanto na Primavera como no Outono. Tenho capturado na passagem outonal em Castro Verde.
Neophron percnopterus, sobretudo indivíduos de passagem ou imaturos isolados que se juntam aos milhafres-reais nos dormitórios (devo ter à volta de 1 registos de 2 em 2 anos).
HL
HL

Número de Mensagens : 843
Idade : 32
Local : Baixo Alentejo/Douro Litoral
Data de inscrição : 06/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

LOCAL: Distrito de Beja Empty Re: LOCAL: Distrito de Beja

Mensagem por Gonçalo Elias em Seg Dez 17, 2018 4:26 pm

Obrigado Hugo, Amanava e Lonchura não referi pois o primeiro já o vi por lá várias vezes e o segundo não aparece no top 10 das espécies-alvo (não listei tudo).

Já agora, as capturas de migradores a que fazes referência são em que habitat? caniçal?
Gonçalo Elias
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 21762
Idade : 51
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

LOCAL: Distrito de Beja Empty Re: LOCAL: Distrito de Beja

Mensagem por HL em Ter Dez 18, 2018 2:38 am

Gonçalo Elias escreveu:Já agora, as capturas de migradores a que fazes referência são em que habitat? caniçal?
Em galeria ribeirinha.
HL
HL

Número de Mensagens : 843
Idade : 32
Local : Baixo Alentejo/Douro Litoral
Data de inscrição : 06/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

LOCAL: Distrito de Beja Empty Re: LOCAL: Distrito de Beja

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum