Circus macrourus

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por António A Gonçalves em Sex Nov 18, 2011 3:10 pm

Mais um belo trabalho Paulo e de uma espécie que também ainda não "arrolei"! Very Happy

Admito que também sou "arrolador" assumido (vestígio talvez de uma infância de coleccionador compulsivo, em que tudo me parecia interessante para coleccionar tongue ), mas também preguiçoso e tento não percorrer grandes distâncias especialmente para ver uma espécie nova, sobretudo, porque fico particularmente irritado ao fazer muitos km para não ver a espécie pretendida. Prefiro tentar a minha sorte por zonas mais próximas, ou então fazer férias perto de locais onde há maiores probabilidades de "arrolar".

Tive os meus primeiros binóculos em 1991, mas só comecei a fazer cadernos com os registos em 1995, listas locais em 1999 e uma lista nacional em 2005, ano em que a minha lista teve um aumento significativo, sobretudo porque comprei um carro (até essa data ia a todo lado de transportes públicos, que apesar de muito mais ecológico, limitava em muito a observação de espéces novas).

Cumprimentos

António Gonçalves

António A Gonçalves

Número de Mensagens : 476
Local : Sintra
Data de inscrição : 26/06/2008

http://www.flickr.com/photos/antoniogonalves/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Paulo Alves em Sex Nov 18, 2011 3:44 pm

Já inseri as minhas observações no BUBO e "descobri" que a minha Life list para Portugal compreende 236 espécies. Fraquinho, muito fraquinho... Laughing A Year List fica para 2012.
avatar
Paulo Alves

Número de Mensagens : 1761
Idade : 28
Local : Mouriscas - Abrantes
Data de inscrição : 30/06/2008

https://ebird.org/profile/MjcyNjg2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por pedro121 em Sex Nov 18, 2011 4:18 pm

Paulo Alves escreveu:Já inseri as minhas observações no BUBO e "descobri" que a minha Life list para Portugal compreende 236 espécies. Fraquinho, muito fraquinho... Laughing A Year List fica para 2012.

Acho que te esqueceste-te de algumas... ou nunca viste verdilhões e gaios? Rolling Eyes Rolling Eyes usa a função target para ver as espécies que te faltam, também é uma boa maneira de veres as espécies que te esqueceste-te
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por RuiCaratao em Sex Nov 18, 2011 4:41 pm

Bem...isto parece um confissionário!!!!!!!
avatar
RuiCaratao

Número de Mensagens : 1283
Data de inscrição : 11/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Paulo Alves em Sex Nov 18, 2011 5:02 pm

Rolling Eyes
pedro121 escreveu:Acho que te esqueceste-te de algumas... ou nunca viste verdilhões e gaios? Rolling Eyes Rolling Eyes

Ia jurar que tinha posto esses ... Ok, o número final é de 242 espécies. Primeiro usei o Batch edit para inserir as espécies mas penso que por esse método não aparecem todas.

avatar
Paulo Alves

Número de Mensagens : 1761
Idade : 28
Local : Mouriscas - Abrantes
Data de inscrição : 30/06/2008

https://ebird.org/profile/MjcyNjg2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Nov 18, 2011 6:36 pm

António A Gonçalves escreveu:(até essa data ia a todo lado de transportes públicos, que apesar de muito mais ecológico, limitava em muito a observação de espéces novas).

Bem-vindo ao clube António! Eu também fiz muitos quilómetros de transportes públicos de norte a sul do país (especialmente de comboio) para ir aumentando a minha lista.

Lembro-me que em Setembro de 1989 ainda não tinha visto chasco-preto e alguém me disse que havia no castelo de Noudar - convém lembrar que na altura havia muito pouca informação publicada e o que se sabia era quase tudo de boca. Eu queria muito ver essa espécie (e outras que faltavam na minha lista, que na altura deveria contar com umas 200 e poucas entradas). Mas não havia comboio até Barrancos. Então aqui o je fez o seguinte: foi de Lisboa até ao Barreiro de barco e depois de comboio por Évora até Reguengos de Monsaraz (usando o ramal ferroviário que haveria de encerrar poucos meses depois) com a bicicleta despachada. A partir de Reguengos foram 70 quilómetros a pedalar até Barrancos, passando por Mourão e Amareleja. Um calor do camandro. Foi a tarde toda a dar ao pedal, cheguei a Barrancos já cansadíssimo e fui jantar umas febras ao Zé Baço (um restaurante que ainda hoje existe naquela vila). Depois dormi ao relento perto da ponte sobre a ribeira da Murtega e no dia seguinte pedalei os 10 km que me separavam do castelo de Noudar. O esforço foi brutal, mas tive a minha recompensa: o chasco-preto estava lá à minha espera, sobre a muralha do castelo (alguns anos mais tarde a espécie deixou de nidificar no Alentejo). Depois regressei de bicicleta desde Noudar até Barrancos e pedalei de regresso até Moura, onde apanhei o comboio para Beja e daí de regresso ao Barreiro. Foram 150 km em dois dias, só por causa do capricho de ver um passarito.

Uma pequena aventura, impensável nos dias de hoje, não só porque já não há comboios até Moura ou Reguengos, mas também porque os que há até Évora não levam bicicletas e até porque as estradas de hoje, com muito mais trânsito, são muito mais perigosas para ciclistas do que o eram há 22 anos.

Claro que voltei mais vezes a Noudar, mas esta aventura (e outras deste calibre) são das melhores recordações que guardo do meu percurso de aprendizagem de observação de aves.

avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20301
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por José Frade em Sab Nov 19, 2011 4:12 am

Bolas Gonçalo, onde metes as mãos... Very Happy Very Happy

Foste de comboio por Évora até Reguengos de Monsaraz, eles encerraram o ramal...
Levas-te a bicicleta no comboio, agora não deixam...
Foste de bicicleta até Barrancos, agora é perigoso...
Até o passarinho correste com ele do Alentejo, não foi só de Barrancos...
Vá lá ainda temos o barco para o Barreiro e o Zé Baço... cheers

lol!
avatar
José Frade

Número de Mensagens : 3462
Idade : 52
Local : Parede
Data de inscrição : 04/08/2011

http://www.flickr.com/photos/j_frade/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Gonçalo Elias em Sab Nov 19, 2011 5:00 am

Pois é, Frade, é tipo política de terra queimada... olha aproveita mas é para ir à Foz do Sizandro enquanto aquilo existe, porque se me dá para ir lá vais ver que em menos de uma semana drenam aquilo tudo Very Happy
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20301
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por José Frade em Sab Nov 19, 2011 5:04 am

Já tá quase...
O rio está aberto para o mar. Tem menos água que no verão.
avatar
José Frade

Número de Mensagens : 3462
Idade : 52
Local : Parede
Data de inscrição : 04/08/2011

http://www.flickr.com/photos/j_frade/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por RuiCaratao em Sab Nov 19, 2011 5:07 am

Gonçalo Elias escreveu:Lembro-me que em Setembro de 1989 ainda não tinha visto chasco-preto e alguém me disse que havia no castelo de Noudar - convém lembrar que na altura havia muito pouca informação publicada e o que se sabia era quase tudo de boca

A era da internet veio revolucionar tudo isso, agora basta perguntar, ou pesquizar na net, mas nem por isso o chasco-preto ficou mais fácil de encontrar.
A minha história com a mesma ave é totalmente inversa, e foi uma das minhas primeiras 50 especies arroladas, nidifica/nidificava, numa ribeira perto da terra dos meus avós , e o percurso de bicicleta foi de apenas 6 km
avatar
RuiCaratao

Número de Mensagens : 1283
Data de inscrição : 11/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por José Frade em Sab Nov 19, 2011 5:25 am

RuiCaratao escreveu:nidifica/nidificava, numa ribeira perto da terra dos meus avós
Não me digas que o Gonçalo também aí esteve... Very Happy
É melhor despachar-me se não nunca o vou ver... Smile
avatar
José Frade

Número de Mensagens : 3462
Idade : 52
Local : Parede
Data de inscrição : 04/08/2011

http://www.flickr.com/photos/j_frade/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por João Tomás em Sab Nov 19, 2011 10:47 am

olá a todos, desde o ano passado que observo aves mais intensamente e nunca escondi o facto de ser "arrolador". Secalhar por desde pequeno também gostar de fazer coleções de tudo e mais alguma coisa. Mas acho que não há que ter vergonha e complexo em algo que nos dá tanto prazer, pelo menos eu falo por mim. Sempre que saio para o campo levo uma mochila com binoculos, uma agenda e uma caneta e faços as minhas anotações. Nunca me desloquei assim tão longe para observações, mas sempre que saio anoto sempre as espécies, número de individuos e sexo se conseguir identificar. Nem que sejam sempre as mesmas especies.

Apenas acho que ao criar-mos um metodo nas nossas anotações, poderemos tirar proveito algum tempo mais tarde dessas mesmas anotações, e eventualmente chegar-mos às nossas próprias conclusões. E até poderão ser úteis em prole da ciência.

Eu admito: admito que sou um "arrolador, há um ano Smile e com muito gosto....

Cumprimentos,
João TomáS
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3519
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Pedro Fernandes em Dom Nov 20, 2011 5:13 pm

Caros arroladores (eu usava listeiro, mas em havendo um nome anterior que se adequa, porque não? - e além disse, soa quer a rola quer a arrulhar, que me parece bem),

aproveito para fazer uma sugestão, a propósito do arrolanço. Porque não uitilizar o eBird em vez do Bubo? Tem também uma opção arroladora (Top 100 observers in your area - na versão inglesa, passível de ser discriminada por anos, ou no total de todos os anos disponíveis), atualiza automaticamente as listas para distritos, países, continentes, paleárticos e afins e por fim, mundo. E digo isto após ter experimentado ambas as plataformas.

Ou seja, o eBird possibilita tudo o Bubo disponibiliza, mas com um extra - a informação serve para criar mapas de distribuição mundial e para melhor compreender fenologias. Parece-me ser uma utilização mais proveitosa do arrolar mais ou menos furioso de cada um.

Imaginando o caso do arrolador mais furioso, que poderá dizer que dá muito trabalho arrolar um registo no eBird - há opções para minimizar isto. Se o objetivo for a arrolação pura e dura, é simples - marca-se o ponto onde a ave foi observada, marca-se o tipo de saída adequado e apenas se assinala a espécie alvo (por exemplo, um Botaurus lentiginosus algures nos Açores), tendo o cuidado de referir que se trata de uma lista parcial. A entrada é adicionada às listas arroladoras de cada um, e esta observação em vez de ser ficar perdida numa lista do Bubo, fica parte do grande mosaico de observações mundiais disponíveis pelo eBird.

E para que servem estes dados? Bom, isso é com cada um! Mas se por exemplo estiverem a considerar ir a Espanha ver Serinus citrinella, podem sempre saber onde e quando se tem visto esta espécie. Simplesmente basta aceder à lista dos registos de um qualquer país (Espanha, neste caso) - http://ebird.org/ebird/GuideMe?reportType=location&bMonth=01&bYear=1900&eMonth=12&eYear=2011&parentState=ES-&countries=ES&getLocations=countries&continue.x=0&continue.y=0

e na espécie desejada, carregar em 'mapa', indo parar ao mapa de distribuição mundial

http://ebird.org/ebird/map/citfin1?bmo=01&emo=12&byr=1900&eyr=2011&env.minX=-18.162&env.minY=27.637&env.maxX=4.328&env.maxY=43.792&gp=true

Marcadores azuis indicam observações com mais de 30 dias, marcadores vermelhos indicam observações mais recentes, com menos de 30 dias. Agora imaginem que esse Gru-canadiano tinha sido observado e reportado -- poder-se-ia visualizar rapidamente através do eBird por onde a ave tinha andado - e quando.

Por último, aproveito para chamar a atenção para uma última novidade desta plataforma (que tem tanto de versátil e fácil de usar como de potencial futuro) - a incorporação de fotografias nas listas. Segue um exemplo: http://ebird.org/ebird/view/checklist?subID=S8902825

Portanto fica o desafio. Porque não arrolar, começando o arrolanço do ano de 2012, no eBird - plataforma que para além de ter listas que vão de regionais a globais (e que se atualizam automaticamente), permite que estes dados fiquem disponíveis para toda a comunidade do pássaro - científica e amadora?

Um abraço,
Pedro Fernandes

avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 697
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por pedro121 em Seg Nov 21, 2011 2:21 am

Pedro Fernandes escreveu:
Portanto fica o desafio. Porque não arrolar, começando o arrolanço do ano de 2012, no eBird - plataforma que para além de ter listas que vão de regionais a globais (e que se atualizam automaticamente), permite que estes dados fiquem disponíveis para toda a comunidade do pássaro - científica e amadora?

Boas


Bem, também eu já experimentei o ebird, pessoalmente para arrolamento puro e simples não me parece uma solução (dá mais trabalho que o bubo), é sem duvida uma excelente solução para quem quer colocar dados para referencia futura, mas não nos podemos esquecer que a SPEA está a promover outra plataforma para o mesmo efeito e que eu já experimentei uma terceira:

http://observado.org/index.php

Que é a meu ver superior ao ebird e ao http://www.worldbirds.org portanto com três plataformas a disputar o mercado a coisa parece interessante.

Mas para arrolamento puro e duro prefiro o BUBO, (alias esta discusão já foi feita no Birdforum e no Surfbirds e a conclusão é de que são productos diferentes destinados a coisas diferentes), para colocar dados e muito especialmente para consultar dados prefiro de longe a plataforma do http://observado.org/index.php, poem o worldbirds a um canto e na minha opinião é mais funcional e simples de utilizar que o ebird, e mais avançado tambem.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Pedro Fernandes em Seg Nov 21, 2011 4:10 am

Viva Pedro,

desconheço o observado, outro dia o João Tiago falou-me nele - vou experimentar e tirar as minhas conclusões.

Entre Worldbirds e eBird, tendo experimentado bastante ambos, a minha opção recai claramente no segundo, que me parece mais simples e com um potencial muito maior que o primeiro. Há também a questão da filtragem, que me parece não estar a ser feita no Worldbirds (só assim se explica a continuidade de certos registos na base de dados, dou como exemplo o Charadrius vociferus - que pode até ter sido visto, desconheço, mas foi feita uma tentativa de apurar? - na Foz do Trancão).

A aposta da SPEA recai sobre o primeiro - pessoalmente vejo mais potencialidade no segundo (além de ser uma plataforma a nivel mundial, tem potencialidade de gerar coisas como esta: http://ebird.org/content/ebird/about/occurrence-maps/rough-legged-hawk ). Sendo ambas plataformas ligadas à BirdLife (a Audubon é o membro Birdlife para os Estados Unidos), espero que mais cedo ou mais tarde haja uma concertação entre ambas, o que seria o ideal. Entretanto, para efeitos de Atlas, tenho tornado a utilizar o Worldbirds para inserir dados - preferências à parte, há que dar o nosso contributo para este projeto nos canais designados.

Sobre a morosidade da inserção de dados, como disse, depende um pouco dos dados que se insiram. Há a etapa de inserção de um ponto no mapa - apenas aqui vejo alguma potencial morosidade, sendo a opção de reportar tudo o que viu (e quantidades) ao critério de cada um (escolhendo obviamente a opção lista incompleta caso seja o caso) e a opção de escolha do tipo de visita realizada - uma vez mais, automatizado este processo não leva mais que breves segundos. E posso garantir que no eBird há arroladores puros e duros - caso contrário coisas como esta não seriam possíveis (601 espécies num estado é obra - http://ebird.org/ebird/top100?locInfo.regionCode=US-CA&year=AAAA&locInfo.regionType=subnational1 ).

Entre ter uma lista por ter uma lista e ter uma lista (perfeitamente legítimo, tenho uma ergo, sou listeiro, arrolador ou seja lá o que for) onde os dados sirvam para um pouco mais que a lista, opto claramente pela segundo. A questão do esforço parece-me negligenciável. A grande diferença entre o Bubo e o eBird neste momento, neste tema da listeirice, é a visualização da lista alheia, impossível no eBird. Mas a beleza do eBird é a seguinte: é uma ferramente capaz de agradar cientistas e amadores, e permanentemente em atualização (por exemplo, adaptou-se ao crescente nicho das gravações noturnas, criando uma funcionalidade para acomodar esta variante da observação (auscultação?) de aves) - donde, se é este o factor de desempate, porque não contactar a equipa e sugerir que as listas podessem ser tornadas públicas - um simples clique e ter-se-ia privacidade ou não das mesmas.

Terminando como comecei, vou experimentar o Observado, que nada como experiência em primeira mão, e tirar as minhas conclusões. Sugeria a mesma abordagem a quem desconhece o eBird, umas poucas listas ou observações que sejam.

Um abraço,
Pedro Fernandes
avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 697
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por pedro121 em Seg Nov 21, 2011 7:06 am

Pedro Fernandes escreveu:Entre Worldbirds e eBird, tendo experimentado bastante ambos, a minha opção recai claramente no segundo, que me parece mais simples e com um potencial muito maior que o primeiro. A aposta da SPEA recai sobre o primeiro - pessoalmente vejo mais potencialidade no segundo (além de ser uma plataforma a nivel mundial,.

Sim, inteiramente de acordo, o eBird é claramente melhor que o Worlbirds, se a escolha for entre os dois por mim já está feita, e venha o eBird



Pedro Fernandes escreveu:Entre ter uma lista por ter uma lista e ter uma lista (perfeitamente legítimo, tenho uma ergo, sou listeiro, arrolador ou seja lá o que for) onde os dados sirvam para um pouco mais que a lista, opto claramente pela segundo. A questão do esforço parece-me negligenciável. A grande diferença entre o Bubo e o eBird neste momento, neste tema da listeirice, é a visualização da lista alheia, impossível no eBird.

Sim, mas essa e outra diferença que é a de que no Bubo é utilizada uma lista "fechada" e oficial, não se pode por exemplo uma espécie que não conste na lista oficial é que tornam o programa interessante, ou seja para comparar listas é fixe. Mas para mim não existe real necessidade de escolher entre o eBird e o Bubo, ambos são ferramentas diferentes para objectivos diferentes, e o Bubo é uma ferramenta puramente lúdica, as duas são perfeitamente compatíveis, e podem ser usadas em simultâneo

O problema real é a escolha da plataforma para inserção de dados populacionais, de que vale preferirmos o eBird ou o Observado se para os censos da Spea temos que utilizar outra plataforma?? Para isso utilizo sempre o worldbirds e pronto… apesar de para mim ser intragavel.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por pedro121 em Seg Nov 21, 2011 7:10 am

Pedro Fernandes escreveu:- donde, se é este o factor de desempate, porque não contactar a equipa e sugerir que as listas podessem ser tornadas públicas - um simples clique e ter-se-ia privacidade ou não das mesmas.

Não tenho a certesa mas essa questão já foi abordada antes (acho que vi qualquer coisa na net) e não foi aceite, e mesmo que seja o interesse do bubo é poder comparar todas as listas colocadas não apenas aquelas que são publicas.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Pedro Fernandes em Seg Nov 21, 2011 8:21 am

Oi Pedro,

confesso que não percebi a questão - clarifica-me, por favor: a tua questão é que se perde interesses por parte dos utilizadores não tornarem pública a sua lista pessoal? Isto de um ponto de vista listeiro, digo.

(e neste pública entenda-se, ter uma lista acessível a todos, porque a esmagadora maioria dos registos no eBird são públicos, apenas não estão arrumados em listas acessíveis do género 'José Silva: Portugal: Piadeira, Pato-real, Marrequinha, Flamingo, etc. etc. etc.')

Acho que isto é uma minudência - se num universo de 100 utilizadores, tiveres 20 dispostos a tornarem públicas as suas listas com um intuito claramente arrolador, qual é o problema? No Bubo estão esses mesmos 100 utilizadores com listas públicas? Neste momento no Bubo tens 30 utilizadores com listas para Portugal. No eBird tens 64 -- http://ebird.org/ebird/top100?locInfo.regionCode=PT&year=AAAA&locInfo.regionType=country .

Seja como for e por achar a pergunta interessante, enviei um mail a perguntar sobre isto. Aguardo resposta, assim que a tiver coloco-a aqui.

Que se for esta apenas a questão que define uma e outra utilização, não é melhor inserir um 'tick' num local onde se consiga uma dupla valência? Parece-me a mim uma mais útil maneira de honrar todas as horas dispendidas (e emissões de CO2!) na senda do pássaro, verdade?

Um abraço,
Pedro
avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 697
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por pedro121 em Seg Nov 21, 2011 8:32 am

Pedro Fernandes escreveu:
Que se for esta apenas a questão que define uma e outra utilização, não é melhor inserir um 'tick' num local onde se consiga uma dupla valência? Parece-me a mim uma mais útil maneira de honrar todas as horas dispendidas (e emissões de CO2!) na senda do pássaro, verdade?

Sim, é verdade, e concordo, continuo é a querer saber em que plataforma o fazer? eBird, Observado ou Worldbirds.......

Digo já que enquanto não aparecer outra ferramenta dedicada melhor as minhas listas continuam no Bubo, mas isso em nada impede que eu insira os meus registos numa plataforma a isso dedicada (o Bubo obviamente não é para isso) desde que exista consenso por parte da comunidade ornitológica sobre a plataforma, eu sou um mero observador, não faço nenhum tipo de estudos sobre aves, só gosto de as observar, se houver uma plataforma fácil de usar onde possa inserir os meus registos óptimo, mas neste momento a plataforma que está a ser promovida para o Atlas é o WB e nessa plataforma eu só ponho mesmo os registos do atlas, e mesmo assim... e não faço tenção de utilizar duas plataformas para os mesmos fins ao mesmo tempo.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por pedro121 em Seg Nov 21, 2011 8:44 am

Pedro Fernandes escreveu:confesso que não percebi a questão - clarifica-me, por favor: a tua questão é que se perde interesses por parte dos utilizadores não tornarem pública a sua lista pessoal? Isto de um ponto de vista listeiro, digo.

A minha questão é que eu não percebo porque é que os dois sistemas não podem coexistir?, porque pegar numa ferramenta que se destina a uma coisa e tentar trasforma-la para fazer uma função que na pratica não tem nenhum interese cientifico, porque não usar a ferramenta ludica para aquilo a que se destina e a ferramenta "não ludica" para aquilo que foi criada, porque é que tem que ser uma ou outra? porque não as duas? Question Question

Volto a disser, este debate do Bubo x eBird e Bubo x Observado etc já foi realizado em vários fóruns e a conclusão é sempre a mesma, ferramentas dedicadas como o Bubo ou o netfugl servem para o que servem, ou seja servem para as pessoas compararem as suas listas com base numa lista comum e mais nada, e as pessoas que utilizam essas serviços é isso que pretendem fazer e mais nada, se querem fazer mais alguma coisa utilizam á mesma esses serviços mas utilizam também uma outra plataforma.

eventualmente pode existir um programa que faça bem as duas coisas? Sim! com certesa que vai existir! Terá adesão? bem isso depende de varios factores mas vamos esperar para ver, por acaso não sei se o observado permite fazer alguma coisa em termos de listas. Smile Smile
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11780
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Pedro Fernandes em Seg Nov 21, 2011 9:01 am

É legítimo com certeza (eu enviei o meu pedido de adesão para o Observado, aguardo a possibilidade de o testar - e já agora, a bem da não-omissão, temos também o Biodiversity4All), e a minha situação não é tão diferente da tua - sou outro mero observador, não faço (quase) nenhum tipo de estudo sobre aves, gosto essencialmente de as observar.

Neste momento, tal como tu, apenas utilizo o Worldbirds para inserir dados úteis para o Atlas - que é um projeto importante e que urge acarinhar com as nossas contribuições. Porém - e como utilizador - sinto o Worldbirds um pouco limitado, a avolumar um problema que é a não filtragem dos dados já inseridos (já vamos em alguns anos de utilização, será um pesadelo tratar quando alguém deitar a mão a tal tarefa), e essencialmente um projeto a ser ultrapassado por outras plataformas e um pouco ao abandono. Visões pessoais.

Estando o eBird também, como referi, ligado à BirdLife, optei por inserir sistematicamente as minhas observações aqui, depois de me terem dito claramente que os dados são públicos e que se por exemplo SPEA, LPN, CEAI ou o que seja quiserem acesso a esses dados (tal como eu ou tu) o podem fazer. E que caso queiram establecer parcerias mais diretas, pois é uma questão de os contactar.

Portanto, o que sugiro é que cada um experimente e escolha qual a plataforma onde inserir os registos. E esperar que futuramente haja maior permeabilidade (ou fusão) entre plataformas. Mas diz lá que não é interessante, com meia dúzia de cliques, saber o que foi reportado este mês no distrito de Lisboa?

http://ebird.org/ebird/GuideMe?src=changeDate&getLocations=states&states=PT-11&parentState=PT-11&reportType=location&monthRadio=on&bMonth=11&eMonth=11&bYear=2011&eYear=2011&yearOptions=separateYears&continue.x=52&continue.y=11

e aceder facilmente ao mapa dessas observações, clicando em MAP.

http://ebird.org/ebird/map/gbbgul?bmo=11&emo=11&byr=2011&eyr=2011&env.minX=-9.501&env.minY=38.659&env.maxX=-8.782&env.maxY=39.318&gp=true

Obviamente a qualidade da informação depende do número de adesão, da qualidade geral dos observadores (esta questão inicialmente causava-me algumas dúvidas, mas erros acabam por ser sobretudo detectados no processo de filtragem, ou diluídos nas restantes observações) e pelo processo de filtragem, validação.

E depois há a questão das viagens extra Portugal -- podes inserir a tua lista de aves observadas em qualquer local do mundo na mesma plataforma. Bem útil, para quando se tem a oportunidade de passear um pouco para além da fronteira.

Um abraço,
Pedro
avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 697
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Pedro Fernandes em Seg Nov 21, 2011 9:04 am

Alô de novo,

basicamente (e respondendo à questão anterior), o que sugeria era um 2 em 1 - alimentar a fúria listeira e ao mesmo tempo doar os dados para mais que 'ticks'. Era a tentativa de juntar a fome com a vontade de comer - se assim for, porque não ter o melhor de dois mundos? Se for uma questão meramente informática, porque não? Lista-se o que se há de listar e contribui-se com informação fenológica e de distribuiço geográfica - dois coelhos de uma cajadada só. Ou a tal win-win situation.

Um abraço,
Pedro
avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 697
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por JDGS em Ter Nov 22, 2011 3:05 pm

Excelente....Gosto muito affraid
avatar
JDGS

Número de Mensagens : 2062
Idade : 25
Local : Porto
Data de inscrição : 21/07/2011

http://portugalselvagem.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circus macrourus

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum