LOCAL: Distrito de Viseu

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Ago 29, 2017 3:22 pm

De facto depois das várias visitas deste Verão fiquei com uma impressão bastante diferente desta região - para melhor.

Eu tinha um bocado a ideia de que o distrito era muito fraco para ver aves - essa ideia baseava-se em parte na minha experiência anterior, em parte no facto de ser o distrito com menos espécies registadas e de ter um habitat aparentemente menos atraente (muito pinhal e bastante eucaliptal).

A minha experiência ornitológica anterior no distrito (e sem contar casuais) pode resumir-se da seguinte forma:

  • 2002, Março - breve visita à serra de Montemuro (espécies mais interessantes registadas: Cor crx, Ala arv, Reg ign, Tur vis, ou seja nada de muito extraordinário)
  • 2002, Abril + Junho - uma quadrícula para o segundo atlas de nidificantes em Vila Nova de Paiva (registei Acc nis, 4 Cir pyg, Phy bon, Phy ibe, Syl can, Syl com, Ori ori, Mot fla, Emb hor - o registo de Mot fla achei especialmente interessante porque envolve potencial nidificação, foi num lameiro)
  • 2003, Abril + Junho - duas quadrículas para o segundo atlas de nidificantes em Mangualde, mais uma segunda volta de uma quadrícula em Penalva do Castelo (com registos de Per api, Den min, Lan sen, 2 Cor crx, 2 Fal sub, Jyn tor, Phy bon, 2 Cor crx, Coc coc, Est ast)
  • 2005, Maio - visita de dois dias à zona de Cinfães, incluindo a vertente norte da serra de Montemuro (registei 2 Per api, Lar mic, Otu sco, Ant cam, Emb hor) e muitas casuais um pouco por todo o distrito no âmbito de visitas que tinham pouco a ver com aves (mas que permitiram registar Apu pal em vários locais e Fal sub).
  • 2008, Novembro - primeira visita à albufeira de Vilar - registo de 15 Pod cri, 16 Pha car, Acc nis, 1 Van van (espécie aparentemente muito rara no distrito), Tri och, Alc att, Gal the
  • 2009, Abril - segunda visita à albufeira de Vilar - registos de Pod cri, Cha dub, Tri och

Depois desta última data não voltei ao distrito durante 8 anos.

Este ano, aproveitando o facto de me encontrar na zona da serra da Estrela durante algumas semanas, e tirando partido da informação sobre hotspots existente no eBird, aproveitei para conhecer/descobrir alguns locais novos (lagoa da Urgeiriça, albufeira de Fagilde, termas de Alcafache, da Felgueira e de São Gemil e ainda os parques urbanos de Viseu) e para visitar melhor outros que já conhecia mas que tinham sido deficientemente prospectados (nomeadamente a serra de Montemuro, onde agora existe a albufeira de Pretarouca, e a albufeira de Vilar). Assim, foi com agrado que registei diversas espécies que são relativamente raras na região - nalguns casos talvez por falta de prospecção - como são os casos de Ana cly, Tad fer, Egr gar, Fal per, Ral aqu, Tri neb, Lar rid, Ant tri e Syl bor.

Registos recentes de outros observadores incluem Oti tar (esta espécie já foi vista em anos anteriores), Cic nig, Cor gar e Lan col.
Além disso, tenho conhecimento da existência de registos mais antigos de Cap ruf e Oen leu, que possivelmente serão regulares na região, mas a escassez de informação não permite afirmá-lo com segurança.

Se a informação na Primavera e no Verão é escassa, então no resto do ano é ainda mais escassa, como se pode ver neste gráfico com o número total de listas para o distrito inteiro:



Repare-se que na maioria das semanas de Outono / Inverno o número de listas é inferior a 20 e nalgumas é mesmo inferior a 10 (para comparação, no distrito do Porto o número de listas por semana é superior a 100 durante a maior parte do ano e com excepção de duas semanas é sempre superior a 50).

Isto significa que o potencial para invernantes também está subexplorado. Considerando que o distrito tem uma altitude média relativamente elevada e que tem várias serras que ultrapassam os 1000 metros, é caso para perguntar: que surpresas haverá no Inverno?

A impressão que actualmente tenho do distrito é substancialmente diferente da que tinha anteriormente, considero que a zona tem potencial, merece mais atenção e estou plenamente convencido que mais surpresas serão descobertas no futuro.

Creio também ser importante referir que há grandes contrastes na qualidade do habitat. O extremo sudoeste, com vastas manchas de eucaliptal e a grande mas profunda albufeira da Aguieira é a zona que me parece menos interessante; o interesse ornitológico vai aumentando consideravelmente à medida que se avança para norte (em direcção às terras altas) e para leste (em direcção às zonas de influência mediterrânica), os eucaliptos dão lugar aos pinheiros-bravos, aos carvalhos-cerquinhos e negrais e, localmente, a matas ripícolas de amieiros. As diversas albufeiras da região apresentam potencial para atrair anatídeos, limícolas em migração e sabe-se lá que mais. É de salientar que em várias zonas húmidas estão a crescer grandes manchas de tabua e que isso atrai diversas espécies que gostam de se refugiar nesse tipo de vegetação, nomeadamente ralídeos e alguns passeriformes insectívoros.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20315
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Flávio Oliveira em Ter Ago 29, 2017 4:20 pm

Gonçalo Elias escreveu:De facto depois das várias visitas deste Verão fiquei com uma impressão bastante diferente desta região - para melhor.

Além da Serra de Montemuro eu gosto particularmente do concelho de Penedono.
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 518
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por PNicolau em Qua Ago 30, 2017 7:40 am

Eu daquilo que conheci do distrito (pouco) fiquei bastante impressionado.

A minha melhor observação de galinhola é no distrito de Viseu.
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 5692
Idade : 24
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Ago 30, 2017 8:24 am

A não ser que os Cap ruf dispersem temporariamente para Norte/Oeste, os que vejo pelo distrito de Coimbra no fim do Verão/Outono terão de vir pelo menos desse distrito.
Por aí, deve ainda nidificar um numero aceitável de Pyr pyr, face hoje ao distrito mais abaixo. Essa e outras aves, como Lan col, etc..

É o que me parece, ao confirmar habitats propícios sempre que passo (mas raramente paro) por aí.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Gonçalo Elias em Qua Ago 30, 2017 8:33 am

Flávio Oliveira escreveu:Além da Serra de Montemuro eu gosto particularmente do concelho de Penedono.

Tem muito bom aspecto, sim senhor. Eu não conheço muito bem o concelho, ornitologicamente falando, mas a julgar pelo habitat dos vizinhos concelhos de Sernancelhe e Meda (este já no distrito da Guarda) parece promissor.

Paulo Lemos escreveu:A não ser que os Cap ruf dispersem temporariamente para Norte/Oeste, os que vejo pelo distrito de Coimbra no fim do Verão/Outono terão de vir pelo menos desse distrito.

Atenção que no distrito de Coimbra deverão nidificar, porque há registos de machos em canto.
De resto aqueles que vês em migração podem vir dos distritos da Guarda ou de Bragança, onde são mais frequentes.

Paulo Lemos escreveu:Por aí, deve ainda nidificar um numero aceitável de Pyr pyr, face hoje ao distrito mais abaixo.

Pyrrhocorax ou Pyrrhula? Eu não costumo escrever Pyr pyr porque é ambíguo, escrevo Pry hoc ou Pyr hul.

Paulo Lemos escreveu:Essa e outras aves, como Lan col, etc..

Nidificam na serra de Montemuro e creio que há pelo menos um registo no Caramulo também.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20315
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Ago 30, 2017 10:01 am

Gonçalo Elias escreveu:
Flávio Oliveira escreveu:Além da Serra de Montemuro eu gosto particularmente do concelho de Penedono.

Tem muito bom aspecto, sim senhor. Eu não conheço muito bem o concelho, ornitologicamente falando, mas a julgar pelo habitat dos vizinhos concelhos de Sernancelhe e Meda (este já no distrito da Guarda) parece promissor.

Paulo Lemos escreveu:A não ser que os Cap ruf dispersem temporariamente para Norte/Oeste, os que vejo pelo distrito de Coimbra no fim do Verão/Outono terão de vir pelo menos desse distrito.

Atenção que no distrito de Coimbra deverão nidificar, porque há registos de machos em canto.
De resto aqueles que vês em migração podem vir dos distritos da Guarda ou de Bragança, onde são mais frequentes.

Paulo Lemos escreveu:Por aí, deve ainda nidificar um numero aceitável de Pyr pyr, face hoje ao distrito mais abaixo.

Pyrrhocorax ou Pyrrhula? Eu não costumo escrever Pyr pyr porque  é ambíguo, escrevo Pry hoc ou Pyr hul.

Paulo Lemos escreveu:Essa e outras aves, como Lan col, etc..

Nidificam na serra de Montemuro e creio que há pelo menos um registo no Caramulo também.

Sim, devia ter referido distrito da Guarda também, pelo menos.

Não estou a par do conhecimento actual quando à nidificação dessas espécies (Cap ruf, Lan col), mas pelo vistos tem sofrido actualizações.
O Lan col só a maior altitude, mais a Sul (de Bragança por ex.)? Está tudo a desaparecer...
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Gonçalo Elias em Qua Ago 30, 2017 10:42 am

Paulo Lemos escreveu:Não estou a par do conhecimento actual quando à nidificação dessas espécies (Cap ruf, Lan col), mas pelo vistos tem sofrido actualizações.

Actualizações de conhecimento (não necessariamente alterações na área de distribuição).

Paulo Lemos escreveu:O Lan col só a maior altitude, mais a Sul (de Bragança por ex.)? Está tudo a desaparecer...

A desaparecer de onde? Não percebi...
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20315
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por João Tomás em Qua Ago 30, 2017 11:09 am

Gonçalo Elias escreveu:A desaparecer de onde? Não percebi...

Nem eu x)
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 3521
Idade : 28
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Ago 30, 2017 3:59 pm

Já nem eu me lembro! Very Happy
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1656
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por AndreVieira em Sab Set 02, 2017 3:14 pm

Gonçalo Elias escreveu:
pedro121 escreveu:de verão o pessoal vai à terra passar ferias?

Very Happy

É mais ou menos o meu caso. Visita a Resende, terra da minha mãe...

AndreVieira

Número de Mensagens : 260
Idade : 43
Local : Faial - Açores
Data de inscrição : 29/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Gonçalo Elias em Qui Jun 21, 2018 1:36 pm

O distrito de Viseu é actualmente o único onde não há cegonha-branca a nidificar e esta espécie é surpreendentemente rara no distrito.

No ebird há apenas quatro observações:
- duas em Penedono, ambas em 2002 (Maio / Junho)
- uma em Penalva do Castelo, em 2012 (Março)
- uma em Mangualde, em 2016 (Março, 11 inds.)

Sei que há mais algumas observações dispersas em Noticiários Ornitológicos, como por exemplo esta:
- uma em Viseu, em 2010 (Janeiro)

Considerando que a espécie se encontra em forte expansão no nosso país, é de esperar aumento do número de aves em passagem pela região. Além disso, parece-me provável que mais cedo ou mais tarde se registe a nidificação de cegonha-branca no distrito de Viseu. Esta eventual colonização tem maior probabilidade de acontecer pelo lado nascente do distrito - por exemplo nos concelhos de Sernancelhe, Penedono ou, eventualmente, São João da Pesqueira, a partir dos vizinhos concelhos de Meda ou Trancoso (ambos do distrito da Guarda), que confinam com o distrito de Viseu no seu lado oriental e cuja colonização é recente. De facto, no último censo da cegonha-branca (2014) foram contados 10 ninhos no concelho da Meda e 27 no de Trancoso, mas no censo de 2004 nenhum deles tinha ninhos.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20315
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Distrito de Viseu

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum